Security Awareness – Simplificando a educação corporativa de Cibersegurança

Programas de conscientização de cibersegurança corporativa e treinamentos de funcionários tem muitos, mas todos são funcionais? Vamos analisá-lo aqui!

Um bom treinamento e uma boa conscientização de cibersegurança deve ser capaz de identificar as principais habilidades que os funcionários precisam desenvolver e é aquele que é desenhado tomando em consideração que as mudanças sustentáveis no comportamento levam tempo, motivo pelo qual é construído a partir de um ciclo de aprendizado contínuo que tem suas bases em vários componentes.

O erro humano: a principal fonte de perigos

Para líderes de TI que foram entrevistados para uma pesquisa sobre vazamentos de dados no ano passado (2021) pela Egress, existem três fatores que podem gerar um grande impacto negativo nas suas ações: filtragem de dados (43%), erro humano (30%) e ataques de Phishing (21%). Só que, curiosamente, as filtragens de dados podem ser consequências de erros humanos e os ataques de phishing podem ser, em alguns casos, a causa dos erros.

Por outra parte, ante a pergunta relacionada com as principais causas de incidentes de segurança que resultaram em sérios vazamentos de dados, as respostas obtidas foram: Erros humanos (84%), descumprimento das regras de segurança estabelecidas (74%), e ataques de Phishing (73%). Ou seja, que de uma forma ou outra, o erro humano está relacionado em maior ou menor grau com os vazamentos de dados.

Como aliviar esta situação? Provavelmente através da realização de treinamentos que ajudem a melhorar a conscientização de segurança dos funcionários.

Simplificando um treinamento de cibersegurança otimizado para resultados

Como mencionamos anteriormente, um treinamento de cibersegurança otimizado para a geração de resultados, ou seja, de mudanças reais no comportamento, é aquele que considera as necessidades de aprendizado dos colaboradores.

Existem três fases pensadas para este objetivo, que são:

Fase 1: Engajamento e Motivação

O objetivo desta fase é o envolvimento dos funcionários na cibersegurança e determinação do seu nível de conhecimento. Esta fase também funciona como uma amostra do que será o treinamento todo para que os colaboradores possam entender a dinâmica e tenham ciência de que será um treinamento diferente dos tradicionais, para assim motivá-los a completar as sessões, aulas e atividades. 

Durante esta fase serão usados recursos como:

  • Jogos de equipe interativos que desafiam os conhecimentos atuais do tema
  • Workshops interativos
  • Avaliações online para medir conhecimento

Fase 2: Aprendizado

Durante esta fase será realizado o treinamento de forma online e offline através de vídeos, aulas interativas, infográficos explicativos e dinâmicas que ajudarão a treinar mais de 300 habilidades relacionadas com o reconhecimento de ameaças na cibersegurança para moderar o comportamento digital e as ações dos funcionários dentro da rede corporativa.

Esta fase se apoiará em recursos como:

  • Abordagens científicas e especializadas
  • Aprendizagem adaptativa 
  • Ensinamentos sobre resposta a incidentes (reconhecimento e condução básica das ameaças)
  • Demonstrações de uso básico de ferramentas de cibersegurança para atividades simples como reportagem e eliminação de ameaças.
  • Aprimoramento das melhores práticas para a manutenção de uma boa comunicação dentro da empresa, tanto entre os funcionários quanto entre funcionários e o departamento de TI.

Fase 3: Reforço

Esta é talvez a fase mais importante, pois teoria sem prática é apenas teoria. A finalidade desta fase é justamente praticar o que foi aprendido durante a fase do Aprendizado. Assim, os conhecimentos adquiridos serão testados mediante a simulação de situações. Por exemplo, serão simuladas situações de ataques sem sofrer os riscos de um ataque real, serão enviadas campanhas de e-mail com sinais fakes para testar o reconhecimento do Phishing, e outras situações que funcionem para o treinamento de habilidades.

Alguns dos recursos utilizados nesta fase serão:

  • Videogames educacionais que combinam situações de cibersegurança da vida real com histórias e tramas que incluem a realização de desafios.
  • Simulações de Phishing que enviam mensagens muito realistas para os funcionários através do envio massivo de e-mails.

Após a conclusão das 3 fases

O que se espera após a realização do treinamento completo com cada uma das suas 3 fases é que os funcionários consigam ser eficientes no reconhecimento de ameaças, resposta e reportagem das mesmas.

Desta forma, será possível diminuir de forma gradativa e geral a porcentagem de risco da empresa de sofrer um ataque ou vazamento como consequência dos erros humanos, que são, se não a maior, uma das principais causas de vazamentos de dados corporativos.

Uma verdadeira plataforma de automação

Conheça uma das maiores plataformas de treinamento para funcionários sobre cibersegurança e melhore a conscientização dos funcionários acerca de seu comportamento, suas ações e as consequências que os descuidos podem ter na segurança geral da empresa.

Clique aqui e obtenha a folha de dados explicativa sobre uma das maiores plataformas de backup.

Compartilhe!

Últimos posts

×